implantes de marcapasso fisiologico tb
Implante de marcapasso fisiológico
11 de fevereiro de 2022
ablacao de fibrilicao atrial tb
Ablação de fibrilação atrial
23 de fevereiro de 2022
Mostre tudo

Marcapasso fisiológico

O marcapasso convencional - não fisiológico - revolucionou o tratamento das bradiarritmias há vários anos. Mas ao longo da evolução dos pacientes portadores destes dispositivos notou-se a predisposição de se dilatar os ventrículos com perda da sua função de bomba pelo dissincronismo elétrico que a estimulação muscular do ventrículo direito causa.

A estimulação convencional propaga a energia músculo a músculo causando um QRS alargado - a dissincronia elétrica. Isso leva a dissincronia mecânica que por fim dilatada os ventrículos.

Estimular diretamente o sistema elétrico cardíaco logo após o nível do bloqueio possibilita que a energia “viaje por uma estrada toda asfaltada” predispondo a um QRS estreito e sem atrasos da contração entre as paredes dos ventrículos.

A tecnologia simulando ao máximo uma despolarização cardíaca normal apesar de bloqueios graves.

Clínica de Arritmias em Uberlândia Dr. Marcelo Carrijo